fbpx

Congresso inédito debaterá espaço dos LGBTI+ nas igrejas

 
Desde de junho do ano passado, a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil realiza casamentos de pessoas do mesmo gênero. Um ano após a decisão – considerada um marco na luta por representatividade nos espaços religiosos –, acontece em São Paulo o 1º Congresso Igrejas e Comunidade LGBTI+, na paróquia da Santíssima Trindade, da Igreja Anglicana, entre os dias 19 e 23 de junho.
 
O encontro vai reunir religiosos, pesquisadores, políticos e leigos em mesas e oficinas para discutir as relações de fé, diversidade e orientação sexual sob óticas variadas como saúde, relacionamento, Previdência Social e inclusão.
 
“É um Congresso para troca, para diálogo, para novos aprendizados, para análise conjuntural e para o fortalecimento de rede de apoio entre igrejas na perspectivas de serem acolhedores que promulgam a fé com respeito e compromisso com a laicidade do Estado”, disse Valéria Vilhena, do coletivo Evangélicas pela Igualdade de Gênero (EIG).
 
Já o pastor Átila Augusto, da Igreja Neopentecostal Comunidade Cristã Nova Esperança da Vila Mariana, destaca a importância da abertura de diálogo que o congresso propõe diante de um cenário mais conservador da política e da sociedade.
 
“A igreja é o reflexo da sociedade, no sentido que, dentro da igreja, tem todos os tipos de pessoas. O Brasil continua sendo homofóbico, preconceituoso e que não progrediu como a gente pensou que tinha progredido. Tudo isso vai para dentro da igreja. Os assuntos que serão tratados no Congresso têm a função de quebrar paradigmas e de auxiliar na ponte, na possibilidade dessa família que vai na igreja e que tem um filho gay, negro, anão ou índio – pessoas que estão à margem – poder discutir com mais facilidade esses assuntos”, disse o pastor. 
 
Membro da recém-criada Comissão Regional para o Diálogo com a Diversidade, o leigo católico Edelson Soler, do grupo de ação pastoral da diversidade, acredita que o congresso vai ressaltar o protagonismo da comunidade LGBTI+  na luta pela inclusão.
 
“As igrejas têm se preocupado com a questão da inclusão exatamente porque essas pessoas querem ser cristãos oficialmente. Elas não se afastaram da igreja mesmo com toda a repressão que a igreja tem feito historicamente aos grupos LGBTI+”, disse.
 
Para financiar a Congresso e patrocinar bolsas para participantes que não têm condições de pagar, mas possuem interesse pelo tema, foi criado um fórum de ajuda virtual pela internet. As inscrições vão até o dia 20 de junho.
 
Serviço:
 
Nome do evento: 1º Congresso Igrejas e Comunidade LGBTI+
Local: Paróquia da Santíssima Trindade de São Paulo - Praça Olavo Bilac 63, Santa Cecília
Dias: 19 a 23 de junho de 2019
 
 
Fonte: Brasil de Fato
Foto: Juca Guimarães/BdF