fbpx

Mensagem Final da XVIII Assembleia Geral do CONIC

 
São Paulo, 30 de maio de 2019
 
É Ele, com efeito, que é a nossa paz...
Destruiu o muro da separação: o ódio” (Ef 2.14)
 
 
Inspirado pelo texto de Efésios, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) esteve reunido em Assembleia, entre os dias 28 e 30 de maio, na cidade de São Paulo/SP. 
 
Enquanto igrejas cristãs e instituições companheiras fraternas, o evento buscou, em unidade, fortalecer o diálogo e a causa ecumênica. Enquanto pessoas comprometidas com esta causa, nos engajamos para construir um encontro repleto de diálogos e reflexões sobre questões que nos movem a sermos pessoas transformadoras, mesmo diante de realidades cada vez mais desafiadoras. 
 
Refletimos sobre o contexto brasileiro e sobre os desafios da nossa missão: a de sermos pessoas que anunciam o amor de Deus e buscam a promoção da justiça para todas as pessoas, em especial aquelas que são cotidianamente assassinadas nas periferias e cidades porque são negras e jovens; indígenas e quilombolas que a cada dia são ameaçadas de expulsão de seus territórios, que são símbolo de sua identidade e meio de vida; as que sofrem perseguição, especialmente as religiões de matriz afro-brasileira, por grupos intolerantes; as que são ameaçadas pelo crescimento do desemprego e da pobreza; as que sofrem violência doméstica e violência nas ruas por sua identidade de gênero, além das que são criminalizadas por defenderem os direitos humanos.
 
Um dos princípios fundamentais da nossa fé nos inspira a acreditar que todas as pessoas devem ter seus direitos assegurados e que todas estão convidadas a partilhar da mesma casa comum, independentemente de sua profissão de fé. Durante esses dias, reafirmamos que a graça é para todas as pessoas, e não pode ser condicionada por qualquer outro critério, como a identidade, cor de pele ou pela ideia da meritocracia. Temos a consciência de que, enquanto um Conselho plural, temos divisões que surgem dentro de nossos próprios espaços de comunhão, as quais nos esforçamos por superar. Mesmo com imperfeições diante de Deus, queremos seguir sendo voz profética na Sua missão. 
 
Desejamos, enquanto CONIC, levar a todas as pessoas injustiçadas uma mensagem de coragem e esperança. Engrossaremos as fileiras das pessoas que buscam a justiça para que se faça valer a Constituição, a garantia de um Estado Laico de fato e a proteção das pessoas marginalizadas, pois nossa fé é expressa por meio de ações que promovem o amor como um sinal da Graça de Deus no mundo.
 
Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil - CONIC