fbpx

Arcebispo anglicano compartilha vida de fé diante da perseguição

 
Ben Kwashi, arcebispo anglicano da província interna de Jos e bispo de Jos, compartilhou sua história em um novo livro sobre a vida “na linha de frente” no norte da Nigéria. O livro, escrito por Andrew Boyd, foi intitulado Neither Bomb nor Bullet: Benjamin Kwashi, Archbishop on the Front Line (“Nem Bomba nem Bala: Benjamin Kwashi, Arcebispo na Linha de Frente”). O livro mostra a vida do arcebispo desde a infância, a entrada no exército nigeriano, seu encontro com Deus e como sua fé cristã colocou ele e sua família em risco de perseguições por extremistas.
 
O arcebispo, cuja casa fica em Jos, na Nigéria – uma área cercada por militantes armados que lutam para criar um estado islâmico radical – enfrentou três ataques gravíssimos à sua vida. Até sua casa já foi incendiada. Mas nada conseguiu silenciar o arcebispo.
 
Uma figura carismática e influente, Ben Kwashi continuou a pedir aos cristãos que resistissem ao que considera um genocídio virtual causado por extremistas tentando expulsar todos os não-muçulmanos do norte da Nigéria.
 
Nos últimos 30 anos, ele sofreu outros horríveis episódios de violências nas mãos de extremistas. Nem sua esposa, Gloria, ficou de fora. Certa ocasião, ela foi violentamente atacada e agredida enquanto ele estava fora. Gloria foi encontrada semi-consciente e parcialmente cega.
 
Vale a pena a leitura!
 
Com informações da Agência de Notícias Anglicanas
Foto: Reprodução