fbpx

Presidente da Igreja Evangélica na Alemanha é ameaçado de morte

 
Heinrich Bedford-Strohm, presidente do Conselho da Igreja Evangélica na Alemanha (Ekd), recebeu ameaças de morte por seus esforços em salvar as pessoas à deriva no Mediterrâneo. O bispo alemão, cidadão honorário de Palermo pelo seu empenho e da igreja alemã sobre as migrações, divulgou isso em uma entrevista ao jornal Augsburger Allgemeine; entrevista focada no papel das mídias sociais na interação social que, de acordo com Bedford-Strohm, devem ser caracterizadas por regras e normas claras no que diz respeito às mídias sociais, porque, caso contrário, elas se tornam um catalisador de violências comunicativas.
 
A reportagem é publicada por Riforma, 07-01-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.
 
As ameaças ao bispo provocaram uma onda de comentários, muitos de solidariedade, mas outros depreciativos. Bedford-Strohm disse estar surpreso com a solidariedade recebida, mas conseguiu ressaltar o quanto as ameaças recebidas via web fortalecem o discurso de necessária proteção dos usuários. “Infelizmente, essas ameaças são quase parte da normalidade de ser uma figura pública hoje. A brutalização da comunicação em geral continua sendo um importante problema público".
 
Vários políticos e artistas, por sua vez, já alvo de ameaças por seu empenho com a migração, mostraram solidariedade imediata. A ministra das Relações Exteriores Heiko Maas (Ssp) declarou no Twitter que seria intolerável se a humanidade e a compaixão levassem a ameaças de morte: "Devemos apoiar todos aqueles que são ameaçados por estarem empenhados em nossa sociedade". O político verde Cem Özdemir, por sua vez, condenou as ameaças: “Os radicais de direita tiraram a máscara. Eles fingem defender o Ocidente cristão e ameaçam de morte o bispo? É tudo muito estúpido. Os autores não querem defender os valores humanos, eles os desprezam. Solidariedade com Bedford-Strohm!”. O pianista judeu Igor Levit chamou o presidente do Conselho da Ekd de "pessoa verdadeira, que demonstrou coragem, coração e empatia".
 
Bedford-Strohm afirmou na entrevista que levou as ameaças "não muito a sério", apesar de serem "bastante específicas". Um porta-voz da Ekd confirmou que houve várias ameaças, incluindo uma carta recebida pelo escritório da igreja em 17 de setembro, contendo um pó branco inicialmente desconhecido. O bispo está envolvido há muito tempo em projetos de resgate marítimo. Por iniciativa da Ekd, foi formada a aliança "United 4 Rescue", a fim de enviar seu navio de resgate para o Mediterrâneo. Há anos opera no mare nostrum também o pequeno avião Moonbird, financiado pela Ekd, com o objetivo de monitorar o mar e intervir rapidamente quando necessário, em coordenação com as ONGs presentes.
 
IHU Unisinos
Foto: Reprodução